terça-feira, 20 de setembro de 2016

Faço tudo outra vez...



    De repente me pego fazendo tudo de novo, mas nada de novo, é complicado, mas assim sou eu, quem sabe eu necessito de tratamento, repetindo tudo, se fosse só repetir palavras, o que acontece é que minha vida se repete e como eu havia previsto, tudo está acontecendo de novo, um pouco por minha culpa mesmo, outras por não ser capaz de fazer nada.
    
    Não sei o que sou, ainda não fiz nada de bom no mundo...

    Muitas coisas mudaram nestes últimos anos, mas a única pessoa que parece não ter mudado sou eu, me sinto criança e em outros momento adulto e até muitas vezes um velho.

    Estou vivendo uma vida emprestada, ainda não vivi completamente a minha, assim que estou me sentindo agora, mas nem sei o que sentir.

    Preciso ler o que andei escrevendo neste blog, nada de muito bom eu acho, mas já para este blog fazer algum sentido vou falar de um filme que assisti.

    Livre.


Faço tudo outra vez...



    De repente me pego fazendo tudo de novo, mas nada de novo, é complicado, mas assim sou eu, quem sabe eu necessito de tratamento, repetindo tudo, se fosse só repetir palavras, o que acontece é que minha vida se repete e como eu havia previsto, tudo está acontecendo de novo, um pouco por minha culpa mesmo, outras por não ser capaz de fazer nada.
    
    Não sei o que sou, ainda não fiz nada de bom no mundo...

    Muitas coisas mudaram nestes últimos anos, mas a única pessoa que parece não ter mudado sou eu, me sinto criança e em outros momento adulto e até muitas vezes um velho.

    Estou vivendo uma vida emprestada, ainda não vivi completamente a minha, assim que estou me sentindo agora, mas nem sei o que sentir.

    Preciso ler o que andei escrevendo neste blog, nada de muito bom eu acho, mas já para este blog fazer algum sentido vou falar de um filme que assisti.

    Livre.