domingo, 22 de maio de 2011

Um dia chegamos ...


Existem dias que estamos pra baixo, mas isso não pode ser pra sempre, a humanidade está muito velha, mas parece que não aprendemos nada, vivemos repetindo os erros do passado, erros que nossos antepassados gostariam de não ter cometidos, e nós que temos a chance de fazer algo diferente o desprezamos.
Irterlúdio...
Hoje fui levar minha Mãe lá no “Multirão da Catarata”, nós gastamos tempo com tanta coisa, não podemos mudar o mundo de uma hora para outra isto demanda tempo, mas gastamos tempo com coisas vãs, pois tudo é vão mesmo, existem coisas que fazemos que outros não entendem, não por serem burras, mas por não saberem o princípio das ações e não conhecer o processo que as levam ao final, talvez um (psi) saiba.
Interlúdio...
Eu acho e não acredito que tenho aberto mão de muitas coisas, não tenho feito muita coisa que gosto, até este blog é uma tentiva de ser algo, não nasci Fidalgo, assim como a maioria meu ponto de partida está longe de ser o ideal, não entendo muito o que escrevo, por que escrevo, quem sabe quando eu ler, entenda.
Talvez eu precise de ajuda, mas no mundo corrido de hoje...
Interlúdio
Hoje eu passei por várias ocasiões que me fez pensar sobre a vida e toda a vaidade que temos, quando estava na fila, ver segundo parágrafo, percebi que vida pode ser uma piada, quando cheguei na fila fui logo pensando, minha Mãe tem prioridade na fila do mesmo modo como todos que estavam ali, mas o que me chamou mais atenção é a maneira como estas pessoas encaram a vida.
Até mais...